Opinião: O segredo do silêncio

Se tem uma coisa que Jair Bolsonaro ama é a demagogia barata. Curiosamente, quando seu vizinho, Ronnie Lessa, foi baleado em plena Barra da Tijuca em abril do ano passado, não se viu nenhuma live, nenhuma indignação, nenhum pedido para que “pegassem os vagabundos” que atacaram seu vizinho, o pai da namorada de um de seus filhos, uma pessoa da sua esfera de convivência.

Hoje, ficou claro o motivo de deixar a oportunidade de praticar uma enorme quantidade de demagogia barata passar – seu vizinho é um sargento reformado da PM, com salário na casa de 7 mil reais, e tinha uma casa em condomínio de luxo na Barra. Além disso, um carro que valia mais de 100 mil reais e uma casa de praia em Angra dos Reis. Devia vender herbalife nas folgas, certamente.

Algo que agora é sabido que ele faz é matar pessoas. Ronnie é acusado pelo homicídio de Marielle Franco e Anderson Gomes e quem sabe que sem número de outros homicídios ele não praticou ao longo de sua carreira. Em um endereço ligado a ele, também encontraram muitas armas de fogo, o que levanta a suspeita de que ele seja um grande traficante de armas.

Ronnie é uma pessoa de fidelidade peculiar. Mesmo após ter sido eleito para queima de arquivo, nunca deu com a língua nos dentes para ninguém. E olha que não é a primeira vez que tentaram queimá-lo. Em 2009 um atentado à bomba contra ele lhe custou uma perna. Ele seria dano colateral na tentativa de assassinato do bicheiro Rogério de Andrade.

O motorista, mais um Queiroz, ainda que nada indique haver parentesco entre eles, tem foto com seu “mito“. Era filiado ao DEM, devia estar trabalhando duro para poder também virar vizinho de Jair um dia.

Dado o longo histórico de admiração desmedida por policiais com fama de matadores, me parece certo que Jair frequentava bastante seu vizinho Ronnie. Devem ter trocado deliciosos churrascos e anedotas sobre a vida militar. Jair certamente ouviu mais do que falou, já que é notório que, além de não saber falar, não tem nada para contar, é um poser.

É mais do que possível que tenham dado saborosas risadas sobre o homicídio de Marielle enquanto tomavam uma cervejinha e dividiam um pão com leite condensado. Talvez seja por isso que Jair jamais tenha se pronunciado sobre a morte de Marielle, alegando que só teria coisas polêmicas para dizer. De fato, se dissesse que era amigo do executor, a declaração seria mais do que polêmica.

Alcysio é único espécime de baiano que não come frutos do mar. Honra, contudo, suas origens com uma úlcera adquirida por excesso de pimenta. Possui uma salada de curiosos gostos como culinária, exploração espacial e acidentes aéreos. Ser advogado é um mero detalhe. Comunista, sonha com um mundo onde o povo se torne protagonista de sua própria história e possa superar o estado de barbárie atual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest